domingo, 31 de março de 2013

Desafio da Semana

Que carro é esse na pole? E o piloto, alguém lembra? Onde foi isso? Tem gente conhecida na imagem.
 

Mãos à obra!

sábado, 30 de março de 2013

Raul Robles - Um piloto folclórico

Acertou quem identificou no último Desafio - mesmo com a peruca e dentadura - o piloto da cidade de Montenegro, Raul Robles, o "Chileno". A imagem publicada na semana passada era um exemplo do bom humor típico do folclórico piloto, que tinha no automobilismo o seu hobby, procurando acima de tudo se divertir.
 
"Chileno" iniciou sua participação nas corridas na categoria Estreantes, com um Fiat 147 em 1984. Não sei ao certo quando que "subiu" para as outras categorias de turismo, mas lembro que em 1987 participou de algumas provas do Campeonato Regional de Turismo com um Fiat Prêmio. Voltou às pistas na segunda temporada da Copa Fiat de Velocidade, onde participou de algumas provas até o ano de 1992 ou 93.
 
As brincadeiras eram rotina na área de box. Naquela prova em que apareceu com a peruca, em Guaporé, 1991, exatamente às 6 horas da manhã, estourou alguns foguetes para acordar todos que lá estavam. Em seguida, através de um autofalante com música já a mil, começou a chamar a todos para participar da aula de aeróbica que estava iniciando.
 
Numa das provas acabou emprestando seu carro para o piloto Paulo Jacovenko participar da prova de Estreantes, que fazia parte da mesma programação. E não é que seu carro ganhou? "Chileno" se justificava: "o carro só anda bem com estreantes."
 
Em outra ocasião, de última hora, ficou sem parceiro de pilotagem. Para evitar que Robles ficasse de fora da prova (que era obrigatoriamente disputada em duplas), Celso Ferlauto, piloto e organizador do campeonato, se dispôs a participar. Logo em seguida este recebeu um recado: "olha, não acelera muito para não ficar chato para mim".
 
Grande figura.
 
Abaixo um registro do uno #91, também chamado de "ZH Classificados", tal a quantidade de apoiadores que estampavam seus nomes no carro. Na sequência alguns outros que participaram da temporada de 1991.
 







Fonte das imagens: jornal Esporte Motor.

sexta-feira, 29 de março de 2013

O retorno do Passat

O post de hoje conta uma história muito bacana, protagonizada por um cara mais bacana ainda. O meu amigo Francis, lá de Floripa, aposentou o seu Fuscão - aquele que era do Ayrton Brum e que também teve sua história contada aqui - e no último final de semana fez sua estreia num carro - na verdade uma réplica - que também tem muita história para contar. Bom, deixa ele mesmo dizer como foi.

Vai, Francis!

Olá, meus amigos!

É com muita alegria que escrevo-lhes (apesar do atraso) para compartilhar da minha felicidade com a estreia do Passat na 1ª etapa da TCC em São Bento do Sul.

No sábado enfrentamos problemas com uma falha que acreditávamos ser do carburador, mas depois descobrimos sujeira no tanque de combustível e um problema no distribuidor do carro. No treino classificatório permaneci desde a primeira volta na 1ª posição, mas acabei perdendo a pole por apenas 24 milésimos nos últimos 2 minutos. Assim que a luz vermelha se apagou consegui manter minha posição, porém ainda na primeira volta perdi 2 duas posições e tive o pára-brisas quebrado por uma pedra (o vídeo está aqui) e depois parti para recuperar as posições, o que acabou ocorrendo após ótimas disputas. Nas voltas finais alcancei o líder e passeia atacá-lo, porém não consegui ultrapassá-lo e terminei na 2ª posição, apenas 1 segundo atrás do vencedor.

No domingo a chuva veio e estragou a realização da nossa 2ª bateria.

Registro aqui a presença do Gunnar Vollmer, titular do "20" quando o mesmo foi Bi Campeão Catarinense e Bi Campeão Brasileiro de Marcas, e nesta etapa foi um excepcional professor dando preciosos conselhos.

Anexo algumas fotos, e desde já fica o convite para que prestigiem a 2ª etapa, que será realizada nos dias 25 e 26 de maio em Lontras.
Grande abraço,
Francis Henrique Trennepohl





Legal que o Francis colocou um adesivo do blog no carro. Valeu, amigão!

quinta-feira, 28 de março de 2013

André Pretto - Final

Registro da Folha da Tarde, mostrando o Corcel II que André Pretto utilizaria para competir nas duas primeiras etapas do Brasileiro daquele ano.
 

Fonte da imagem: arquivo André Luiz Pretto - jornal Folha da Tarde.

quarta-feira, 27 de março de 2013

André Pretto

Guaporé. Na primeira aparece o Passat #1 do Bruno D'Almeida e o Fusca #11 que não lembro exatamente de quem era.
 


Fonte das imagens: arquivo André Luiz Pretto - fotos Vilsom Barbosa.

terça-feira, 26 de março de 2013

André Pretto

André no topo do pódio em Guaporé. Também aparecem nas imagens o José Roque Bresolin, o Antônio Gilberto Ody e o Osmar Chiarello, o saudoso "Bigode".
 


Fonte das imagens: arquivo André Luiz Pretto - fotos Vilsom Barbosa.

segunda-feira, 25 de março de 2013

André Pretto

Duas de Tarumã. A segunda mostra o Corcel escorregando na Curva 3, debaixo de um aguaceiro.
 


Fonte das imagens: arquivo André Luiz Pretto.

domingo, 24 de março de 2013

Desafio da Semana

Essa eu quero ver...
 
Alguém lembra dessa figura? Dei uma disfarçada no nome do macacão para não facilitar.
 

Mãos à obra!

sábado, 23 de março de 2013

André Pretto

Acertou quem respondeu que era o piloto André Luiz Pretto no último Desafio. O catarinense de Campos Novos entrou em contato com o blog recentemente, dividindo alguns registros de sua trajetória nas pistas.
 
O André já foi assunto aqui no blog, tempos atrás, quando um Desafio mostrava a imagem de um Corcel I #31. Era sim o Corcel do André, porém na época em que ainda pertencia ao Ozenaide Pacheco, o "Pachekinho" de Canoas, que correu com ele na Divisão 3. André adquiriu o carro e deixou a preparação a cargo do Jackson para fazer sua primeira corrida na categoria Estreantes, no final de 1980.

André Pretto - que me disseram ter parentes em Encantado (está explicada a origem do gosto pela velocidade) - estudava na Unisinos e aproveitava os finais de semana para competir. Isso me lembrou outro piloto de fora do RS, que tinha história semelhante, o Paulo de Tarso Marques, que correu na Divisão 1 em meados dos anos 70.

A carreira do piloto de Campos Novos foi bastante breve, mas suficiente para deixar sua marca de piloto muito veloz. As matérias dos jornais da época descreviam o seu desempenho como notável, imbatível, surpreendente, entre outros adjetivos. Ele chegou a conquistar nada menos do que quatro vitórias consecutivas na Estreantes em 1981, antes de passar para a Turismo Especial Gaúcho, onde também teve destacada atuação. Não foi o campeão - título que ficou com Cláudio Ely - mas recebeu da Associação de Cronistas de Automobilismo do RS o troféu destaque da referida categoria.

Após aposentar o Corcel I, André chegou a fazer duas provas de um campeonato brasileiro em 1982, o Torneio Corcel II, com um dos carros da equipe Tênis Campeão - Strassburger. Seu parceiro foi Antônio Gilberto Ody, ex-adversário na Estreantes e na TEG. Na prova de Guaporé foi o sétimo colocado, mesmo resultado obtido na semana seguinte em Tarumã. Após essa prova, André encerrou sua participação nas pistas.

Ao longo da semana publicarei mais algumas imagem do piloto em ação. Por enquanto fiquem com os registros abaixo.

Agradeço ao André pelo contato e por ter compartilhado seus arquivos.

Valeu, André!
 


Fonte das imagens: arquivo André Luiz Pretto - fotos Vilsom Barbosa.

quarta-feira, 20 de março de 2013

Regional de Turismo

Fechando a série, publico hoje três registros do "Naná" participando do Campeonato Regional de Turismo em 1986, em parceria com o kartista Carlos Alberto Fornari, o "Neco".
 



Valeu, "Naná"!

Fonte das imagens: arquivo Fernando Soares - fotos Vilsom Barbosa.

terça-feira, 19 de março de 2013

Hot Car

Hoje, mais algumas do "Naná" acelerando o seu Passat na categoria Hot Car, entre 1981 e 1985. 
 



 
Fonte das imagens: arquivo Fernando Soares - fotos Vilsom Barbosa.

segunda-feira, 18 de março de 2013

Mil km de Brasília, 1980

Trago hoje, um pouco atrasada, a resposta do último Desafio. Era mesmo o Fernando D'ávila Soares no seu Passat #77 disputando a categoria Hot Car em Tarumã, 1984.
 
O "Naná" já foi assunto aqui no blog algumas vezes, sempre trazendo passagens interessantes pelas pistas. Recentemente disponibilizou mais alguns "recuerdos" do seu arquivo pessoal. Ao longo da semana publicarei para que fique também registrado aqui no blog.
 
Hoje começo com duas dos Mil km de Brasília, prova disputada em dupla com Luiz Carlos Ribas no Fiat 147 desde último. A dupla obteve a 15ª colocação no geral e a 7ª na categoria dos Fiats. 
 


Fonte das imagens: arquivo Fernando Soares.

quarta-feira, 13 de março de 2013

segunda-feira, 11 de março de 2013

Baú do Ratão

Adesivo do Fábio Bertolucci, quando o mesmo competia pela Rinaldi Racing no Brasileiro de Marcas, entre 1989 e 1991.
 

sábado, 9 de março de 2013

Baú do Ratão

O último Desafio trazia uma imagem do Passat #1 patrocinado pela Coca Cola, com o qual Maria Cristina Rosito e Paulo Hoher competiram no Campeonato Regional de Turismo de 1989. O registro era de Tarumã e aparecia ao fundo o caminhão 608 da Retificadora Laçador que levava o Uno #71, dos pilotos Ícaro Schons e Carlos Tavares.

A imagem veio dos arquivos do Carlos Eugênio, o "Ratão", e estava adormecida em meio a uns arquivos que ele enviou há algum tempo, como esse aí embaixo que mostra ele ao lado de um grande piloto que tivemos entre os anos 60 e 70. Vocês certamente irão identificar.


Ao longo da próxima semana, publicarei o que encontrei no baú do Ratão.
 
Fonte da imagem: arquivo Carlos Eugênio.

sexta-feira, 8 de março de 2013

Adeus, Rio - Final

Luiz Fernando Cruz, na Fórmula Ford em 1986, Leonel Friedrich na Fórmula 3 Sulamericana em 1992 e João Campos, na Stock Car, em 1995.
 

 

Fonte das imagens: arquivo Luiz Fernando Cruz e João Campos e revista Auto Esporte.

quinta-feira, 7 de março de 2013

Adeus, Rio

Aroldo Bauermann na Fórmula 2 Sulamericana e "Bocão" Pegoraro no Brasileiro de Marcas, ambos em 1984.
 


Fonte das imagens: arquivo Aroldo Bauermann e Cezar Pegoraro.

quarta-feira, 6 de março de 2013

Adeus, Rio

Disputas do Brasileiro de Fiat 147 em 1980 e Brasileiro de Hot Car e Carioca de Fiat 147, ambos em 1981. Destaque para "Janjão" Freire, em disputa pela liderança, Fernando Moser com o VW #80 e Antônio Fornari que por pouco não levou o título do Carioca de Fiat.
 



Fonte das imagens: arquivos Antônio Freire, Luiz Fernando Silva e www.