sábado, 3 de novembro de 2012

Chiquito

Pensei comigo mesmo: esse último Desafio vai ser casca grossa. Acho que ninguém vai acertar. E não é que ele, sempre ele, Mestre Schutz matou mais uma?! Tive de entrar em contato com ele para saber "mas como????"

Pois bem, o Schutz me comentou que reconheceu o pai do piloto, ao lado na imagem, o Sr. Francisco Maximo da Silveira, o "Chiquito", que na época fazia parte da diretoria da Federação. Assim ficou fácil para ele reconhecer o piloto, o Alexandre Maximo da Silveira, de Cachoeira do Sul.

Quem me mandou essa foi o Rubens Leal Casses, que é sobrinho do "Chiquito", um ex-piloto de carreteras, que competiu no Rio Grande do Sul e no Uruguai entre os anos de 1950 e 1952.

"Chiquito" foi destaque na edição de janeiro de 1981 da revista Quatro Rodas quando foi feita uma reportagem sobre as corridas de Gordini que organizava no autódromo Galgo Branco, dentro da sua fazenda, localizada entre Cachoeira do Sul e Encruzilhada do Sul. Rubens lembra que os carros eram chamados de Gordel, pois corriam com motor de Corcel.

Me disse o Rubens que o Alexandre faleceu há bastante tempo, mas que foi dos bons no seu tempo no kart. Prova disso são as fotos que o mostram no pódio e largando na primeira fila. Não reconheci os demais pilotos que aparecem, mas talvez alguém aí identifique.














Valeu, Rubens!

Fonte das imagens: arquivo Rubens Casses e revista Quatro Rodas.

13 comentários:

Rubens Casses disse...

MUITO OBRIGADO SANCO PELA HOMENAGEM AOS MEUS QUERIDOS TIO CHICO E PRIMO XANDE.Qdo chegar a minha vez de subir para o andar de cima iremos acelerar na nuvens...abs

Paulo Schütz disse...

Lembro pouco das fisionomias. Na última foto de pódium, que deve ser de 78, de macacão branco, é o Silvio Raia. O Alexandre realmente andava bem, mas, pelo que me lembro, o grande apaixonado era realmente o Chiquito. Notem que há uma foto em que ele, sozinho, empurra o kart do filho, com um cigarro na boca.

vitorio soder disse...

Ali nas nas fotos dos gordel se via que os caras corriam pelo amor aos carros de corrida..muito legal a historia essa foi direto do tunel do tempo.....mais uma sanco...parabens..

Anônimo disse...

vi varias provas la a pole era quem pescava o maior peixe la no açude só era muito perigoso os pilotos bebiam e depois corriam

deleal disse...

Nossa Sanco, que bacana! Fiquei emocionada... O Xande era muito menino e corria com "paitrocínio" ía super bem mas como bem lembrou Schütz o apaixonada era o pai. Lembro dele depois de um acidente horrível com meses de hospitalização e CTI, correndo com curativos num Kilometro de Arrancada em Cachoeira do Sul com um Opala SS vermelho ...não sossegou até Cachoeira do Sul ter seu Kartódromo e ainda insatisfeito fez a pista de Gordini na Fazenda. O pai era um amante do automobilismo.
Ah , Baguncinha, Cruz , Renato Lermen, Luis Meirelles, Valderez , Buneder, Paulo Honorato, Silvio Raia, Sergio e Jorge Fleck, Peri Coelho, Aroldo Bauermann ,Luciano Kasper...em diferentes categorias eram alguns pilotos de kart que lembro desta época .
Super obrigada por esta homenagem.
Bj,
Denise Silveira

Leandro Sanco disse...

Denise, agradeço por teu comentário. Pelo entuasiamo e dedicação, o automobilismo gaúcho deve muito ao teu pai.
Um abraço,
Sanco

deleal disse...

Eles não tinham tanto profissionalismo mas muito amor por este mundo de velocidade, pista e motores.
Poxa Sanco você faz um trabalho genial aqui no seu blog, aqui é possível recordar um tempo que foi muito bacana do qual não há muitos registros na net. Eu é que agradeço.
:)

Zuio disse...

Era frequentador assíduo nas corridas na fazenda do Chiquito, meu grande amigo. Lembro bem o Arlindo Marx e o Bagunça participaram das provas. Corrigindo a informação, o grid de largada era formado por que pegasse o primeiro peixe no açude e assim por diante.
Grade Chiquito.

Zuio

Leandro Sanco disse...

Puxa, olha só! O Zuio era frequentador da fazenda! No próximo encontro vou querer saber mais sobre isso, Zuio!

Anônimo disse...

Mas Sanco onde é que o nosso amigo Zuio não estava presente!!
Tem muita coisa prá contar...

Renato Pastro

Anônimo disse...

É desta época e da mesma vertente os irmão Lima, Edgar (Cacaio)#50 e Edson#51 que aparece em algumas fotos de Gordini. Abs Wermuth JR

Nando Correa disse...

Muito seu site. Vou indicar a amigos e foi muito legal poder ver a homenagem ao Chiquito e ao Xandi. Vivia na fazenda vendo as corridas ou andando de Buggi com o Alexandre. Parabéns!

Zuio disse...

Tiurma - mais uma que lembrei - o campewão do ano foi o Arlindo Marx fazendo dupla com o Fofinho em uma Teimoso - o vice foi o Bagunça - premio para o campeão do ano - um boi - aliás, o premio nunca foi retirado pelo vencedor.
Zuio