terça-feira, 1 de junho de 2010

Noite especial

Foi há 12 dias, mas os ótimos momentos ficaram e ficarão para sempre na mente daqueles que lá estiveram.

A última reunião dos Jurássicos, realizada no Templo dos DKW's, do nosso querido amigo Teodoro, foi cheia de emoção. Além do ótimo papo daqueles que compõem o grupo, alguns convidados abrilhantaram aquele encontro.

O jornalista Lemyr Martins brindou a todos com uma ótima palestra sobre histórias da Fórmula 1, trazidas das suas várias décadas de cobertura da categoria. O entusiasmo de Lemyr é nítido e foi difícil vê-lo degustar o churrasco que era servido, pois as histórias não cessavam nunca. Grande Lemyr!

O outro convidado foi Pedro Viana Pereira, que foi acompanhado de seu filho Antônio. Sabem quem é ele? Filho do saudoso Pedro Carneiro Pereira. Pedro compareceu ao encontro com um objetivo: passar às mãos do nosso querido amigo Paulo Trevisan alguns objetos que foram de seu pai, como um troféu, um capacete e um macacão.

Paulo agradeceu os presentes e enfatizou que em breve tais objetos receberão um local de destaque no novo Museu do Automobilismo Brasileiro que está sendo construído em Passo Fundo.

Pedro por sua vez, ficou emocionado e surpreso ao saber que ainda hoje seu pai possui tantos admiradores.

Acabei ganhando um livro do amigo Gilberto Menegaz, escrito por Leandro Martins, filho do Lemyr, que contou a história do "Pedrinho".




Agradeço aos amigos por essa noite especial.

Fonte das imagens: arquivo Jurássicos.

9 comentários:

Claudio Ceregatti disse...

Sanco: Legal demais voce em tão boa companhia.
Deve ter reparado ser (talvez) o mais jovem de toda a turma presente... E fazwendo um trabalho de resgate regional como nunca se fez.
Parabéns a voce, camarada.
Pela juventude, disponibilidade e ação.
Combinas demais com tudo isso aí que amas e que te cerca,
Grande abraço.

Leandro Sanco disse...

Amigo Cerega, tem sido um prazer enorme estar junto de tantos personagens que fizeram a história do automobilismo aqui nessas bandas. Prazer semelhante aquele vivido no inesquecível Janeiro....

...quarta, pé no fundo, luz do giro, vai quinta, lomba abaixo e lá vamos nós...é amigão, como disse: inesquecível...

João Cesar Santos disse...

Sanco e o Trevisan fazendo um excelente trabalho na preservação da história do automobilismo brasileiro e do RS. Parabéns...

Rui Amaral Lemos Jr disse...

É a História sendo vivida.
Abs Leandro e parabens.

Rui

Roberto Giordani. disse...

Nosso caro "babysauro" Leandro:em nome da confraria dos Jurássicos, agradecemos o gesto simpático da publicação, bem como mereces mesmo ser parabenizado pelo teu profícuo trabalho em contínuo resgate da memória do automobilismo.
Desde já estás autorizado a publicar também a novidade da Brasília mágica na qual Claudio Mueller e Carlos Guido Weck fizeram a épica travessia das areias do deserto até os montes gelados da Áustria.
Um grande abraço a todos.

Francis Henrique Trennepohl disse...

Apenas duas coisas a dizer, meu amigo Leandro: PARABÉNS e INVEJA! Só isso.
Você merece estar no meio destes "dinossauros".
Forte abraço

Maurano disse...

Graande, Sanco !

...Que noite maravilhosa, hein ?!

Agradeço ao amigo e aos jurássicos, o honroso convite para celebrar este momento único !
Estar em companhia destas feras cheias de histórias e experiências...e eu ainda conhecí o Lemyr, figuraça !!!

Obrigado, parceirão !

Abraço,

MAURANO

Anônimo disse...

Essa confraria dos JURÁSSICOS,que iniciou e se manteve como um grupo de amigos e conectados pela mesma paixão veio para ficar.Roberto Giordani na coordenação impõe respeito e agrega de forma ímpar.É uma honra estarmos integrados. Naquela noite e recebendo para o Museu do Automobilismo Brasileiro material tão precioso do Pedro Carneiro Pereira, pelas mãos do seu filho e neto foi um momento mágico. A semelhança física do Pedrinho com o saudoso pai impressiona e trás muitas recordações.No futuro Museu saberemos honrar a confiança que nos foi depositada e iremos reservar um espaço nobre para manter viva aquela trajetória marcante. PAULO TREVISAN

Leandro Sanco disse...

Paulo,

A exemplo do que já ocorreu com a Família Mutti e agora com o Pedrinho, fica claro o respeito e a confiança na tua pessoa, na tua paixão pelo automobilismo e no teu trabalho hercúleo em resgatar e preservar a memória das corridas. Foi muito bonito de ver.

É uma honra tê-lo como amigo e dividir contigo essa paixão inesgotável.

Um baita abraço,
Sanco