sábado, 12 de julho de 2008

Egon Herzfeldt acelerando um F-Fiat

É impressionante o conhecimento e a memória dos blogueiros que por aqui passam. Todos que comentaram acertaram a resposta do último Desafio. Era o "Alemão" Egon Herzfeldt, que mais uma vez dava prova da sua competência e capacidade de adaptação a qualquer tipo de carro.

A prova em questão ocorreu em Tarumã no dia 28 de Novembro de 1982 e deu o título ao piloto catarinense Renato Naspolini, após este vencer a disputa com o piloto gaúcho. Na primeira bateria Naspolini, que tinha problemas de temperatura do motor, teve de contar com a sorte para chegar em terceiro. José David quebrou na primeira volta e Marcos De Sordi bateu na última. Ao cruzar a linha de chegada o motor do catarinense quebrou e ele foi obrigado a substituí-lo para a segunda bateria.

Na segunda José David venceu, com Naspolini em segundo. Na sexta volta o carro de Antônio Pedro Rocha capotou, felizmente sem maiores consequências.

O resultado final da prova teve Naspolini em primeiro, Egon em segundo e José David em terceiro.

Me lembro que em 1981 a Equipe Jardim Itália que tinha dois 147 pensou em colocar os seus dois pilotos "Janjão" Freire e Renato Conill para participar da Fórmula Fiat também. Isso chegou a ser anunciado nos jornais, mas não se concretizou.

Segue abaixo, mais uma vez, a imagem do carro do "Alemão".


Fonte da imagem: arquivo Luiz Borgmann.

2 comentários:

Joaquim disse...

Hummmm.....
O bico do carro sugere ser um chassi Heve, já que esses F-Fiat utilizavam ma sua maioria os chassis remanescentes da antiga Fórmula VW 1300.

Celso disse...

O Egon andava muito de F Ford, mas ele veio a SP e ganhou 2 provas de F Fiat sem dar chance a ninguém.Vc falou ai do Antonio P Rocha, meu amigo "Toninho português". Certa vez jogou o capacete no Marrese (Goiania), gde cara! Abs a todos.